Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

domingo, 26 de setembro de 2021

Becomex cresce de olho no mercado internacional




Caminho é explorar os segmentos de Agronegócios, Oil & Gás entre outros

Marcos Bregantim*

No último dia 14 de julho anunciamos a aquisição da Lean OEA, divisão de OEA – Operador Econômico Autorizado da Lean Trade, como parte dos planos para ampliar e liderar processos de Trade Compliance no País. Com a oferta destes serviços especializados aliada com o conhecimento e tecnologia das duas empresas referências nesta atuação, assumimos a liderança deste segmento no País.


A Lean OEA foi brilhantemente liderada pelo Omar Rached, especialista em gestão de risco aduaneiro e logístico, Diretor no Brasil da AES – Asociación de Empresas Seguras – Segurança da Cadeia de Suprimentos e que passou a ser Sócio e Diretor de Trade OEA da Becomex.

As perspectivas de crescimento com a liderança deste segmento no País são enormes. De acordo com a RFB – Receita Federal do Brasil -, cerca de duas mil empresas poderiam buscar a certificação OEA caso estivessem em conformidade com as exigências estabelecidas por lei. Contudo, pouco mais de 500 são certificadas e a expectativa é dobrar e até mesmo triplicar o número de certificações.

A tarefa para alcançar este número de certificações não vai ser fácil, mas considerando que a Lean já realizou mais de 100 projetos de OEA com obtenção de 120 certificações, ou seja, cerca de 20% das empresas certificadas no Brasil contaram com o suporte técnico oferecido por ela, entendemos que estamos no caminho certo.

A importância da aquisição é visível quando, logo após a sua concretização, elevamos a previsão de faturamento da Becomex para este ano de 30% para 40% e esperamos atingir duas ambiciosas metas até 2025: quintuplicar as operações em Trade OEA e atingir faturamento de R$300 milhões.

A efetivação do negócio não encerra o nosso ciclo de investimentos. Após nos tornarmos a maior empresa de serviços e inteligência aduaneiros, queremos ampliar nossas ofertas e a internacionalização é um caminho, explorando os segmentos de Agronegócios, Oil & Gás entre outros.

Esta internacionalização já foi deflagrada com a aquisição da Lean, pois a empresa também tem forte atuação na América Latina e nos Estados Unidos da América.

Vamos oferecer em outros mercados fora do Brasil projetos que entreguem solução completa para as empresas, com atendimento único, de ponta a ponta. Exatamente como atuamos aqui em nosso País de maneira muito bem-sucedida. Nas operações de trade, por exemplo, a ideia é assumir boa parte da operação das empresas para atingir redução de custos logísticos e alcançar alto nível de compliance para atender exigências internacionais.

Com cadeias de suprimentos integradas, a eficiência logística é um fator preponderante para que as empresas sejam mais competitivas nas suas operações globais e ninguém faz como a Becomex, com inteligência, performance e resultados.

Aqui no Brasil e, com as oportunidades que forem surgindo também em outros mercados, vamos seguir com a tarefa de gerir os tributos e o claro objetivo de reduzir custos, melhorar o fluxo de caixa e aumentar a competitividade dos nossos clientes. Assim como aconteceu com a Lean OEA, sempre que entendermos que uma companhia pode contribuir com o nosso propósito, certamente nos interessaremos por uma atuação conjunta.

*Marcos Bregantim é o CEO de Gestão e Operação da Becomex. É formado em Administração de Empresas com ênfase em Análises de Sistema pela FASP e MBA em Marketing de Serviços pela FIA. Bregantim tem mais de 30 anos de experiência, com passagens por empresas de diversos setores, incluindo multinacionais. O executivo é responsável por consolidar a atuação da empresa em regimes especiais por diversos segmentos e manter o crescimento da Becomex, garantindo que todas os setores da empresa funcionem seguindo o propósito institucional.

Nenhum comentário: