Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

sábado, 6 de março de 2021

Tecnologia reduz até 40% dos custos de envio de mercadorias via e-commerce

 



Aplicada ao processo, ela viabiliza economia de R$200 milhões para o setor em 2021

Uma nova norma técnica para geração do Danfe Simplificado permite a utilização de uma etiqueta tecnológica, aplicado para e-commerce focado no consumidor final. Para 2021, o aumento previsto de vendas via e-commerce é de 26% e com o uso da nova tecnologia a economia estimada é de mais de R$200 milhões.

“Ao observar a rápida mudança de comportamento do consumidor, as empresas de e-commerce passam a ter a necessidade de fornecedores capazes de atender ao aumento expressivo de demandas de acordo com a sazonalidade, como a Black Friday, com custos competitivos e fornecimento ininterrupto de tecnologia de ponta e alinhamento às tendências”, afirma Juliano Martins, diretor de marketing do Grupo Tecnoset.

A nova etiqueta deve apresentar a nomenclatura “DANFE Simplificado”, a chave de acesso para NFe no canto superior direito horizontal ou vertical, código de barras da DANFE, protocolo de autorização, dados do emitente e dados do destinatário.

A impressão da nova etiqueta substitui o antigo formato exigido de documento impresso em A4 e colocado em um envelope plástico canguru, gerando uma diminuição expressiva nos custos de envio de até 40%. A TR Service, empresa do Grupo Tecnoset, especialista na produção de materiais e equipamentos para a produção das novas etiquetas, é referência na impressão por impressoras térmicas, formato que agiliza a fixação dos documentos na base dos transportes e reduz a mão de obra.

Esta é mais uma oferta que antecipa as tendências digitais e acompanha o crescimento do e-commerce, garantindo a produtividade, pois com a etiqueta há redução no tempo de preparo das embalagens e agilidade do processo logístico.

De acordo com um levantamento feito pela Orion Commerce Consulting a pedido da TR Service, o Danfe em etiqueta reduziria em R$ 161 milhões de custo das operações logísticas, se tivesse sido aplicado em todo ano de 2020, baseado nos volumes de pedidos online registrados no período. A mesma análise aponta ainda que seriam ganhos 30 segundos de produtividade na confecção de cada embalagem, economia de R$ 12 milhões em salários no processo de manuseio (o que representa 16% do total) e 148 milhões de embalagens plásticas deixariam de ser depositadas na natureza.

“Essa mudança chega em um momento muito oportuno, em meio a um crescimento expressivo nas vendas pela internet, e oferece uma oportunidade de redução de custos significativa para as empresas do segmento. Nós, como TR Service parte do Grupo Tecnoset, o qual oferece tecnologia one-stop-shop para várias verticais, trabalhamos com tecnologias de última geração. Para acompanhar o avanço do mercado, estamos ampliando em 70% a nossa capacidade de produção em uma nova fábrica”, explica André Pimentel, sócio-diretor executivo da TR Service.

Nenhum comentário: