Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

ALPHA AUTOS 39ªEDIÇÃO - MATÉRIA CAPA

B 170 é a mais nova opção da família de monovolumes
Modelo passa a ser oferecido como nova versão de entrada da Classe B

Imprensa Mercedes-Benz

Com o mesmo visual moderno das demais opções da linha, o B 170 está equipado com motor de 1.699 cm3 e quatro cilindros, a gasolina, que gera 115 cv de potência a 5.500 rpm e 155 Nm de torque entre 3.500 e 4.000 rpm. Mesmo com o preço mais convidativo, o modelo oferece o padrão de segurança e conforto característicos da Classe B. Sua direção hidráulica, por exemplo, tem a leveza ajustada de acordo com a velocidade (Speed-sensitive power steering). Para garantir a segurança, seu sistema de freios traz discos nas quatro rodas (os dianteiros são ventilados) com sistema ABS, além de contar com o sistema anti-patinagem ASR e com o controle de estabilidade ESP. O B 170 sai de fábrica com rodas de aro 16” .

Em relação ao desempenho, o novo membro da Classe B leva 12 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e atinge os 180 km/h de velocidade máxima. Seu consumo de combustível fica entre 10,9 km/l e 11,1 km/l em ciclo urbano e entre 16,1 km/l e 16,7 km/l no rodoviário.

A versão intermediária deste modelo é a B 200, equipada com motor 2.0 a gasolina de 136 cv a 5.750 rpm e 185 Nm (18,9 kgfm) de torque máximo entre 3.500 e 4.000 rpm, e a opção topo de linha da Classe B, a B 200 Turbo. No estande da Mercedes-Benz, o visitante poderá conferir a versão top de linha da Classe B, também equipada com propulsor 2.0, mas que gera 193 cv de potência a 5.000 rpm e 280 Nm (28,6 kgfm) de torque entre 1.800 e 4.850 rpm.


Desenho: retoques que modernizam e mantêm a essência da Classe B

As alterações feitas no desenho frontal deixaram a Classe B com visual mais fluido, mais limpo. As principais mudanças se concentram na grade dianteira (com três aletas verticais interrompidas pela estrela de três pontas), no pára-choque (com entradas de ar maiores), no capô do motor e nos faróis. O design das laterais parece mais harmonioso e elegante do que antes, pois as carcaças dos espelhos externos, as maçanetas das portas e as saias são agora pintadas na mesma cor da carroceria em todas as versões. O estilo da traseira assimila o fluxo dinâmico das linhas que partem da frente e se projetam ao longo das laterais.


Sofisticação: interior traz novidades nos estofamentos e painéis internos

Acabamento de alta qualidade, atenção aos detalhes e amplitude de espaço: estes sempre foram atributos intrínsecos da Classe B. Formas, cores e revestimentos se combinam no grande espaço interno, de maneira que todos os materiais produzam um ambiente que seja o mais convidativo possível. A posição elevada de dirigir contribui muito para ampliar a visão periférica de quem está ao volante. Já a linha de cintura relativamente alta produz uma sensação de segurança sem que os ocupantes da Classe B se sintam confinados.


Histórico de sucesso

Desde o seu lançamento, em 2005, a Classe B já mostrava suas principais qualidades: espaçoso, confortável e com alto desempenho, o modelo se caracterizava por reunir as vantagens de vários tipos de veículos. Estão nele a dinâmica presente no desenho de um sedã esportivo, as dimensões de um modelo compacto, a amplitude de espaço de uma perua, a versatilidade de um miniutilitário e a segurança da marca Mercedes-Benz. Os números de vendas da Classe B, até o momento, deixam evidente que os criadores de produtos da Mercedes-Benz acertaram ao conceber um veículo que supre as necessidades de motorização da sofisticada sociedade de hoje: desde meados de 2005, mais de 350 mil consumidores do mundo todo foram conquistados por esse exclu

Nenhum comentário: